FacebookCover.png

 

 

 

Técnica da fisioterapia, criada na França nos anos 1980.

É uma terapia manual, que busca identificar e tratar a causa primária de sintomas e doenças.

Essas causas podem ser: traumas físicos, emocionais, tóxicos ou químicos.

 

 

Como o tratamento é feito?

 

 

Através da micropalpação, o fisioterapeuta identificará áreas com a

vitalidade e mobilidade comprometidas.

 

Ao interpretar os achados, é possível compreender

qual a relação dos registros traumáticos com os sintomas.

A partir da identificação da lesão primária, haverá um estímulo

manual para a autorregulação do organismo.

 

 

 

Quantas sessões são necessárias?

 

 

Em média 03 sessões, com intervalos de 40 dias entre elas. 

A depender da evolução individual do paciente. 

 

 

 

Quais são as indicações?

 

Dentre as principais indicações podemos citar: dores crônicas, alergias,

rinites e sinusites, ansiedade e depressão, fibromialgia, gastrites, fadiga crônica,

irritabilidade, artrite, artose, insônia, etc.

 

A microfisioterapia é uma terapia integrativa.

A indicação é para qualquer sintoma que traga desconforto, incômodo

ou dor ao paciente.

É importante ressaltar que a Microfisioterapia não

olha isoladamente para os sintomas nem para as doenças,

o olhar é para o indivíduo de maneira sistêmica e integrativa.

 

 

 

 

 

 

Camile Uchôa Gonzalez - Doctoralia.com.br